Os comeres da Tareca

sábado, Maio 05, 2007

Caracóis

E quando o calor aperta e a sede desperta ... há lá melhor petisco para um fim de tarde do que uma travessa(ona) de caracóis e uma cervejolas?
Tenho saudades da minha adolescência em Lagos, em que a partir desta altura do ano e até finais do Verão (o efe diz que é com maiúscula) era petisco quase diário na nossa mesa e obrigatório nas noites dos santos populares. Que belas caracoladas na varanda! Ao fim de tantos anos ainda não me consegui habituar às sardinhadas nocturnas cá da capital. Não sei porquê mas, para mim, sardinha assada não é petisco prá noite. Mas nos santos populares lá terá que ser (não há mái nada!!!)
Gosto dos caracóis feitos de maneira muito simples, assim como estes que fiz, a saber a isso mesmo, a caracol.
Lavei-os com alguma antecedência, bem lavadinhos (faço-o debaixo da torneira, em água corrente). Coloquei-os numa panela com um pouco de água, tapei a panela e deixei-os ficar ali, a "espreguiçar-se" (coitados, mal sabiam que estavam a ser enganados).
Quase na hora do lanchinho, meti dentro da panela 4 dentes de alho socados (com casca), uns paus de óregãos e acendi o lume (no mínimo).
Quando começaram a ferver, juntei sal, malagueta, baixei o lume e dexei cozer por mais uns minutos (talvez 4 ou 5).
A seguir deliciamo-nos com eles.
Os da foto foram apanhados nas redondezas de Lagos.

20 Comments:

At 9:02 da tarde, Blogger kuka said...

É também como gosto dos caracois. Assim. Muito simples. Esses aí de Lagos são diferentes dos desta zona. Da praia da Luz para cá são mais negros.

 
At 11:21 da tarde, Blogger Goretti said...

Tb tenho saudadade de sair do trabalho e ir comer uns caracóis, petisco que só comecei a apreciar há meia dúzia de anos.
Ainda esta semana falei nisso, mas... nunca há tempo. E sózinha tb não tem graça!

 
At 9:09 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Ai o que eu gosto de caracois!!! Ha ja cerca de cinco anos que nao os como. E que nao moro em Portugal e por aqui acho que o pessoal morria se eu os quisesse comer (para isso precisava de os encontrar primeiro, os marotos) :-)))).

Aprendiza de Cozinheira

 
At 12:20 da tarde, Blogger Elvira said...

Com uma cerveja bem fresca, vinha mesmo a calhar! :-)

 
At 9:24 da tarde, Blogger Gina said...

também não troco nada por uma boa caracolada ainda este fim de semana foi o meu lanche na companhia dos meus familiares foi uma délicia só é pena que o caracole daqui não tenha nada a ver com o caracole do Alegareve e do Alentejo

 
At 11:15 da tarde, Blogger Mia mia said...

Ai que delícia Tareca :) Toma lá uma joca lacobrigense :)

 
At 12:33 da tarde, Blogger Arion said...

Este ano só provei na escola, à noite, que as senhoras do bufete fizeram para elas. Estavam excelentes! ;)

 
At 9:48 da tarde, Blogger June said...

Caracolinhos assim, à moda de Lagos, uma cervejola, um pãozinho com manteiga é um manjar dos deuses. E, à frente da televisão, a ver um jogo dos Tugas, parece que vêm mesmo a matar.

Beijinhos Tareca

 
At 6:54 da tarde, Blogger belinha said...

Adoro!:-)

Isto é publicidade gratuita porque se votar na Bruxinha que queria ser selo dos CTT não ganha nada com isso!Mas ela agradece do fundo do caldeirão!

 
At 11:28 da tarde, Blogger Rafeiro Perfumado said...

E então com um belo "pinochet"... Hum, ó pra mim a salivar!

 
At 10:42 da manhã, Blogger seilá said...

vá lá que não colocaste azeite, amiga!! mas a malagueta tira-lhes o gostinho a caracol, alho e óregãos. Ora faça lá isso à use de Légues, moça! e bom prevête!

 
At 10:03 da tarde, Blogger Agdah said...

Eu nunca comi esses danados....

 
At 7:02 da tarde, Blogger Ludinais said...

Os da minha mãe são iguazinhos. Os da minha mana também. Eu cá (mea culpa), não tenho paciência para as "lavações" que els precisam! Mas gosto tanto de os comer:-))

Antes de haver prédios na Atalaia (ali à saída de Lagos em direcção a Sagres) havia por lá imensos. Eu gostava de "ír ao caracol". O meu pai até houve um tempo que os comprava e depois revendia aos restaurantes e mercearias...
Enfim, muitas recordação em torno do caracol:-))

Aqui no Alentejo também são mutio apreciados. Amanhã, acho que lá teremos que ír a Vila Nova da Baronia (onde os fazem à maneira), para os comermos. Espero que o calorizinho se mantenha, para apetecer a "bela da imperial".

Bom fim de semana Tareca. Um destes dias ainda nos encontramos por Lagos...

 
At 1:45 da tarde, Anonymous Loira said...

Já comi mais caracois este ano que nos ultimos 10 :P
Nao conhecia o teu blog, gostei muito, vou voltar :)
Bjos
Loira

 
At 2:23 da tarde, Blogger risonha said...

querida conterrânea dos algarves, acabei de nomear o teu blog para um prémio.. quando puderes passa no meu blog para veres. beijinhos

 
At 11:49 da tarde, Blogger Vieira Calado said...

Parecem caracóis da Atalaia...
"que até fazem rodar a saia", como dizia o Jôquim Vesité

 
At 8:38 da tarde, Blogger Francisco L said...

ontem comi uns caracois (com assento no O)que estavam uma delicia; e claro só com óregãos, alho e sal.
mas diz-me o dono dos ditos, que eram de Marrocos.

pois a Atalaia já na dá caracóis, é só betão, e como era de esperar os caracóis imigraram.
;(

 
At 8:26 da tarde, Blogger June said...

Tareca,
Tá na hora de outra receitinha, ca gente gosta.

Bjs

 
At 9:36 da manhã, Anonymous Anónimo said...

fui este ano a feira do caracol saloio em loures e me deliciei com eles confecionados de varias maneiras aproveitem para o ano e apreciem essa delicia

 
At 10:35 da tarde, Blogger QqCoisa said...

Se há coisa que adoro... é mesmo CARACOIS!!!! :D
Caracoletas entao....... aiaiai...

Registe-se gratis e participe nos nossos concursos! Ganhe premios e partilhe o seu tacho com os nossos blogs registados no Portal ParaCozinhar.com ! Visite-nos em www.paracozinhar.com

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home